Almada Negreiros na FCG

O consagrado artista José de Almada Negreiros (1893-1970), é celebrado pós 25 anos da última grande exposição em sua homenagem na Fundação Calouste Gulbenkian. “José de Almada Negreiros: Uma maneira de ser moderno” é uma retrospectiva que reúne mais de 400 trabalhos em que muitos deles são inéditos. Uma proposta do olhar inovado sobre a importância do artista na história do modernismo Português.

Aberto ao público até dia 5 de Junho.17 na Galeria Principal da Fundação Calouste Gulbenkian. Uma exposição com sete núcleos temáticos que refletem as diferentes facetas do processo artístico de Negreiros.

“Isto de ser moderno é como ser elegante: não é uma maneira de vestir mas sim uma maneira de ser. Ser moderno não é fazer a caligrafia moderna, é ser o legítimo descobridor da novidade.”

José de Almada Negreiros, conferência O Desenho, Madrid 1927

 

 

Sem mais artigos