Perfect Sunday @ Yakuza

Depois de uma semana louca cheia de tarefas, trabalhos e eventos foi no restaurante Yakuza First Floor, assinado pelo Chef Olivier, que decidi fechar em grande e boa companhia esta semana.

Partilho convosco hoje a minha primeira vez, não num restaurante Olivier, mas no Yakuza First Floor. Instalado no primeiro andar da antiga Real Fábrica das Sedas, é com um toque suave e sublime que o espaço nos envolve com a sua decoração oriental inspirada na máfia japonesa e nos faz sentir numa nova dimensão onde a surpreendente fusão entre o Oriente e Ocidente se fazem notar em cada canto e recanto do restaurante. Um sushi bar com balcão, mesas com vista para um jardim Kaiyu-shiki ou salas privadas em perfeita harmonia brindam-nos com uma carta criativa, eclética e cheia de surpresas deliciosas.

“O lugar perfeito para os amantes, viciados e loucos por sushi como eu! Uma experiência de paladar requintado de encher os olhos e a barriga. Pequenas peças de arte que aguçam e estimulam lugares recônditos da alma de quem as prova.”

Um Mojito Yakuza e um Japanese Whisky Sour fizeram as honras da casa, servidos na barra e trazidos até a mesa de deleito. Damos por iniciada a experiência. Nesta altura não podia imaginar todas as surpresas que estavam por acontecer, as primeiras marcadas pela chegada dos deliciosos e estaladiços tacos sakana e as gyosas de vegetais e de frango. Tenho a dizer que neste momento tanto eu como a minha companhia já estávamos entre brindes, sorrisos e cheios de prazer na escolha e nos sabores que estávamos a descobrir. Ao fundo tocava uma playlist que encaixou na perfeição e marcou o momento de forma memorável. Êxitos como Chaka Khan – ‘Ain’t Nobody’, The Addict – ‘Bo Saris’, Ayo – ‘Life is Real’, Angie Stone – ‘Wish I Didn’t Miss you’, Air & Beth Hirsch – ‘All I need’, entre muitos outros. Embalados com estas melodias continuamos a saborosa viagem de descoberta da carta yakuza. Entre vários tipos de gunkan, nigiris, cevich, sashimi shacho todos eles orquestrados de forma única, requintada e cheios de ingredientes especiais foi fácil levitar e flutuar de um prato para o outro sem parar de pensar quando será a próxima vez que irei flutuar de volta ao restaurante. O remate final, este surgiu com a selecção de sobremesas ricas em textura e sabor. Creme queimado de Jasmim, Kit Kat, Gunka de Ananás e Fondant de Chá Verde com Gelado de Sésamo.

Recomendo muito mesmo que visitem e que experimentem todos os requintes Yakuza. No entanto tenho de partilhar a parte má de lá ir… Adição total!

Eu fui lá jantar mas há também um menu almoço, com um valor mais simpático.
Deixo-vos aqui tudo o que precisam saber para lá chegar.

Desfrutem, e se lá forem dêem comprimentos da minha parte 🙂

Custo médio:
80 € para duas pessoas (aprox.)
Menu de Almoço
36 € para duas pessoas (aprox.)
2,50 €  por uma cerveja (aprox.)
Morada: Rua da Escola Politécnica, 231, 1º Esquerdo, Rato, Lisboa
Horário
Seg Fechado
Ter 12:30 a 15:00, 20:00 a 23:00
Qua 12:30 a 15:00, 20:00 a 23:00
Qui 12:30 a 15:00, 20:00 a 23:00
Sex 12:30 a 15:00, 20:00 a 24:00
Sáb 20:00 a 24:00
Dom 20:00 a 23:00
Sem mais artigos